top of page
Buscar
  • Paraíso das Águas

Paraíso das Águas em Bonito (MS), 1º hotel do estado e 8ª do Brasil a ter certificação Lixo Zero


Selo é concedido, por meio de auditoria, a empresas que comprovem boas práticas ambientais nas atividades, com enfoque na preservação dos recursos naturais


A reformulação do propósito nos serviços de hospedagem e a adoção de um plano de gestão de resíduos, concederam ao hotel Paraíso das Águas, localizado no município de Bonito (MS), o certificado “Lixo Zero”. É importante destacar que para receber o selo, as empresas devem implementar boas práticas que resultem em impactos positivos no âmbito: social, ambiental e econômico.


Vale acrescentar que a certificadora é a única do país homologada pelo Instituto Lixo Zero Brasil, além de administrar a Certificação e a Academia Lixo Zero. Em parceria com Co. Circular, desenvolvem a metodologia Zero Waste International Alliance (ZWIA), criada nos Estados Unidos.


Na avaliação da sócia-proprietária do hotel, Silvia Schmidt, o reconhecimento é motivo de muita satisfação, pois é resultado de um trabalho que envolveu toda a equipe, iniciado há três anos. Ela explica que resolveu aderir a metodologia no início da pandemia da Covid-19, em razão das restrições sanitárias e fechamentos das empresas.


“Foi uma situação inusitada ter que fechar um estabelecimento comercial. Em contrapartida, tivemos tempo para pensar no que realmente era importante, pois estamos em um caminho de destruição do planeta e temos que mudar com urgência”, avalia a empresária.


Outra análise que impulsionou o desejo de Silvia em participar da certificação Lixo Zero foi o uso indevido do termo ‘sustentável’. “É preciso desassociar a imagem de não ser sustentável com falta de qualidade. O conceito de sustentabilidade é amplo e se modifica de acordo com a natureza do negócio. Desse modo, ser sustentável não é só fazer reciclagem. Essa ação é importante, mas deve ser realizada com eficiência, incluindo cuidados com o meio ambiente, saúde financeira da empresa e qualidade de vida dos funcionários”, avalia.



Sobre a certificação Lixo Zero


É importante esclarecer que para receber a Certificação Lixo Zero é necessário atender diversos pré-requisitos, desenvolvidos pela Zero Waste Internacional Alliance, de modo que possam ser aplicados e em qualquer estabelecimento ou evento.


Desse modo, o objetivo principal é averiguar se a gestão dos resíduos sólidos da empresa é realizada corretamente, por meio de um sistema de avaliação desenvolvido pelo Instituto. Por isso, um empreendimento com essa certificação demonstra aos clientes, fornecedores, colaborados, investidores e concorrentes, que é destaque em práticas positivas com foco em cuidados com o meio ambiente e a comunidade local.


Silvia lembra que contratou os serviços da empresa Ciclo Azul, startup especializada no gerenciamento de resíduos sólidos, consultoria ambiental e desenvolvimento de projetos técnicos. “Na primeira avaliação descobrimos que nosso ponto vulnerável era a geração de resíduos, afinal trabalhamos com serviço de hospedagem. No entanto, após adotarmos o plano de ação, conquistamos uma redução expressiva no volume, o que já nos rendeu o selo inicial do programa Lixo Zero”, detalha.


No entanto, é preciso esclarecer que a avaliação desse selo vai muito além da geração de resíduos. No caso do Paraíso das Águas, a auditora realizada em maio, avaliou os seguintes critérios: redesign, redução e reuso, compostagem, reciclagem, logística reversa, políticas lixo zero, inovação, controle e monitoramento.


Com o certificado em mãos, a meta da empresária é organizar as ações e sistematizá-las, de modo que possa idealizar e implementar novos projetos. Silvia já vislumbra outras estratégias importantes, como a pegada ecológica. Vale esclarecer que é uma metodologia que avalia os impactos da ação humana sobre o meio ambiente.


“Trabalhar com as pegadas não é uma tarefa fácil, já que estão interligadas e avaliam: indicadores ecológicos, hídricos e de emissão de carbono (CO2). Por isso, agora que conquistamos a certificação Lixo Zero, é importante manter a equipe focada, para consolidar a mudança de pensamento e comportamento”, conclui.

Fonte: Aline Oliveira

DRT 044/MS



6 visualizações0 comentário
bottom of page